Política e antipolítica


Data de Lançamento: 2020 – Minha Edição: 2020 (Kindle) – Páginas: 64


Uma coisa muito curiosa, no mau sentido, do atual governo é que invariavelmente as suas ações sempre chegam em um lugar comum: o caos. Isso mesmo quando faz o que deseja mas também quando ele não consegue, resultado é sempre confusão para a sociedade brasileira.

Nas últimas semanas o país acompanha o drama do traficante André do Rap, que foi solto após uma decisão monocrática do STF. O germe de toda a disputa foi uma manobra fracassada de negociação entre executivo e legislativo na votação do Pacote Anti-Crime – nome mui sagaz – no ano passado. Esperava-se que, dentre os pontos que o congresso contestaria, estariam os 90 dias máximos de prisão preventiva, a partir dessa recusa parlamentar em aprovar este ponto, o executivo criaria uma vantagem para negociar outros pontos. Os deputados aceitaram este limite, o prazo estipulado virou lei, algo que proposto pelo governo para que não fosse aprovado.

Episódios como esses ocorrem, dentre outras milhares de razão, porque este governo, no fundo, não quer governar. Desde seus primeiros discursos seus principais integrantes se mostram contra a política, contra a sociedade, contra suas instituições; ou seja é o governo da anti-política. O problema foi que a crise do Corona chegou, e diante de uma catástrofe de mundial, ações mais imediatas foram cobradas, e, mais do que nunca, ele trocou os pés pela mãos. Em mais um ensaio da coleção 2020 da editora Todavia, esse é o aspecto abordado.

A análise de como chegamos até aqui e da ascenção do bolsonarismo ao poder é boa e ajuda na compreensão de situação, passando por estes pontos que levantei até aqui. Entretanto, as impressões da crise mais imediatas relacionadas à Pandemia e suas projeções, não achei muito razoáveis. Embora seja honesto apontar que estou com uma vantagem injusta em relação ao autor, lendo alguns meses depois de sua escrita.

Ele entende que o cenário atual desembocaria em dois possíveis desfechos: uma governo bonapartista – que ele chama de “cesarismo”, governar pela força da repressão, contra a população e contra as demais esferas políticas, embora não necessariamente uma ditadura – ou uma “renovação democrática” liderada pelos partidos de centro tais como MDB, DEM ou PP.

Ignorando que esse Centrão é uma direita de fato, ele não vê um cenário que me parece o mais provável: que Bolsonaro e Centro, mesmo batendo cabeça, trocando farpas, sem se acertar, cada um continuará fazendo sua parte nos projetos de ambos, projetos estes que têm muita sintonia.

Por exemplo, enquanto o executivo não consegue estabelecer nenhum tipo de combate às queimadas no Pantanal e defende afrouxamento das legislações de proteção ambiental, o legislativo mesmo de mau com o governo, continuará aprovando medidas que favorecem, desde desonerações fiscais ao regime trabalhista, a expansão do agronegócio em detrimento de outros setores econômicos.

Bom (3/5)

A análise dedicada a enteder a crise até aqui é boa, mas as projeções foram limtadas e já se mostraram ultrapassadas

Sobre o autor: Leonardo Avritzer Professor da Universidade Federal de Minas Gerais, têm uma participação ativa em colunas e textos referentes às crise políticas mais atuais.

Coleção 2020: A editora Todavia elaborou uma coleção de ensaios de autores muito variados, desde a economista Laura Carvalho ao apresentador Zeca Carmargo, sobre outros tão diversos temas, que estão sendo afetados no Brasil neste ano marcado pela pandemia.

Publicado por Lucas Palma

Paulistano, desde que me lembro por gente fascinado pelas possibilidades do futuro, em games, filmes e seriados, herança paterna e materna. Para surpresa geral, ao final da juventude descobri fascínio também justamente pelo oposto, me graduando e mestrando em História, pela Universidade Federal de São Paulo. Sou autor de Palavras de Revolução e Guerra: Discursos da Imprensa Paulista em 1932.

Um comentário em “Política e antipolítica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: