O Tempo em Marte

O Tempo em Marte – Philip K Dick

Tradução: Daniel Lühmann – Editora: Aleph

Ano de Lançamento: 1964 – Minha Edição: 2020 – 315 páginas


Uma das coisas mais fascinantes de ler ficção científica do miolo do século XX, especialmente anos 60 e 70, é o quanto imaginava-se que seria rápido o desenvolvimento tecnológico da humanidade – especialmente em direção ao espaço. Aqui, nesta obra de Philip Dick, o cenário é a colonização de Marte no distante ano de 1994.

Longe de ser uma empreitada glamourosa e tampouco caótica; habitar o planeta vermelho na imaginação do autor revelou-se uma um atividade extremamente medíocre. Sem encontrar grandes recursos e nenhum perigo, a colonização atraiu pessoas que queriam fugir de vidas também medíocres na Terra; uma vez no planeta estrangeiro, tentaram se tornar relevantes de maneiras ainda assim ordinárias.

Continuar lendo “O Tempo em Marte”

1930: O Silêncio dos Vencidos

1930: o Silêncio dos Vencidos – Memória, História e Revolução – Edgar de Decca

Ano de Lançamento: 1981 – Minha Edição: 1994/(rein)2004 – 209 páginas


Caso você pegue um livro qualquer de história do Brasil, seja um livro didático de uso na escola ou algum panorâmico em qualquer tema nacional, história econômica ou cultural, política ou social, com certeza uma das divisões dos capítulos será antes de 1930 e depois de 1930. Não apenas por iniciar o governo de Getúlio Vargas, aquele ano é tido como um momento em a história brasileira tomou um determinado caminho do qual tudo o que veio depois só poderia ter acontecido devido aos seus eventos.

Continuar lendo “1930: O Silêncio dos Vencidos”

Sliders – Dimensões Paralelas (1ª temporada)

E se você pudesse viajar para diferentes mundos paralelos? O mesmo ano, a mesma Terra, mas em diferentes dimensões. Um mundo onde os russos dominam a América, ou um onde seus sonhos de ser um rockstar se tornaram realidade!” A abertura de Sliders contém uma narração (no caso esta é a da segunda temporada) que sumariza muito bem as possibilidades e aventuras a serem exploradas pelo seriado, produzido entre 1995 e 2000.

Ele chegou a ser cancelado pela Fox em 1997 mas foi comprado e revivido pelo canal Syfy e durou mais duas temporadas. No Brasil, ele foi dublado e exibido parcialmente no extinto canal USA, posteriormente reprisado por um curto período de tempo pelo próprio SyFy nacional (ainda se chamando Sci-Fi) nos anos 2000. Por aqui, ele acabou como os protagonistas, perdido no espaço-tempo, raros são os que se lembram dele.

Continuar lendo “Sliders – Dimensões Paralelas (1ª temporada)”

Jornada nas Estrelas: Discovery – 4ª temporada – This is Us no Espaço

Jornada nas Estrelas: Discovery


Já que a Discovery não conseguiu retornar ao seu tempo de origem, nossos heróis precisaram se estabelecer definitivamente como habitantes do século XXXII e também como membros da Federação em sua época de reconstrução. Agora eles participarão do combate a mais uma ameaça a Galáxia.

Continuar lendo “Jornada nas Estrelas: Discovery – 4ª temporada – This is Us no Espaço”

Guerras Híbridas

Guerras Híbridas: das revoluções coloridas aos golpes – Andrew Korybko

Tradução: Thyago Antunes – Editora Expressão Popular

Ano de Lançamento: 2015 – Minha Edição: 2018 – 171 páginas


Os últimos acontecimentos na Ucrânia só podem ser entendidos se remetermos, ao menos, até 2004, quando houve a chamada Revolução Laranja. Após o resultado das eleições presidenciais terem dado vitória a um candidato da situação, uma série de protestos irromperam no país alegando fraude, apesar de acompanhamento internacional do pleito, marcados pelo uso de adereços e itens laranjas. Depois de muita pressão, a eleição foi anulada e uma nova votação reverteu o resultado dando a vitória ao candidato da oposição – cuja campanha política era adornada pela mesma cor.

Esses eventos foram parte de uma seqüência de protestos ocorridos no entorno da Rússia na primeira década deste século. A Revolução Rosa na Geórgia, em 2003, a Revolução Tulipa no Quirguistão, em 2005, e a Revolução Jeans na Bielorrússia, em 2006, foram algumas outras mais relevantes do período e essa onda ficou conhecida como as Revoluções Coloridas. Ainda sem muito esforço, é possível traçar uma série de semelhanças com dezenas de movimentos, que as conectam à Primavera Árabe, a Junho de 2013, ou a uma segunda onda dessas manifestações – dentre elas, o Euromaidan, na Ucrânia em 2014.

Continuar lendo “Guerras Híbridas”

Jornada nas Estrelas: TOS – 3ª Temporada – Melhor, Pior, Essencial

Jornada nas Estrelas: A Série Original

Melhor Episódio

A Teia Tholiana – O trabalho de escolher um bons episódios aqui, infelizmente foi fácil, eram raros. Entre os melhores estão, certamente: O Incidente Enterprise, apenas a segunda e última aparição dos romulanos no seriado e contém uma trama muito interessante, entretanto, com notáveis problemas de roteiro, como esquecer de dar um nome à antagonista, uma das personagens mais relevantes que já apareceram no seriado.

Continuar lendo “Jornada nas Estrelas: TOS – 3ª Temporada – Melhor, Pior, Essencial”

Jornada nas Estrelas: TOS – Terceira Temporada

Jornada nas Estrelas: A Série Original

Continuamos sem muita cerimônias para falar do clássico dos clássicos; lembrando mais uma vez que a ordem de produção (S0XE0X) não é a mesma da ordem de exibição (que é a que é utilizada nos streamings atualmente).


S03E06: O Cérebro de Spock – Ah, o famigerado! Normalmente considerado o pior capítulo de toda TOS, ele faz jus à fama. A Enterprise é abordada por uma única invasora que foi capaz de deixar toda a tripulação desacordada e, enquanto isso, roubar o cérebro de Spock e fugir da nave.

Continuar lendo “Jornada nas Estrelas: TOS – Terceira Temporada”

Os sentidos do Lulismo

Os sentidos do Lulismo: Reforma gradual e pacto conservador – André Singer

Ano de Lançamento: 2012 – Minha edição: 2019 – 276 páginas


Pela primeira vez, ou melhor, “nunca antes na história desde país“, um governo de esquerda foi reeleito no Brasil, e reeleito mais uma vez, e reeleito de novo… um fenômeno único na história nacional. Apesar de candidaturas que se posicionavam à esquerda de outras concorrentes, o único presidente eleito com pautas, de fato, ligadas aos movimentos e reformas sociais no Brasil havia sido João Goulart – e eleito vice.

No mesmo ano da eleição de Lula, 2002, o jornalista André Singer – que viria a ocupar o cargo de secretário de imprensa da campanha e posteriormente da presidência – havia lançado um polêmico estudo onde apontava que, nas eleições de 1989 e 1994, quanto mais pobre o eleitor, mais identificado com a direita ele o era. Ninguém melhor que o próprio para tentar explicar como o Partido dos Trabalhadores conseguira reverter este quadro.

Continuar lendo “Os sentidos do Lulismo”

Uma série que não precisava existir: O Livro de Boba Fett (1ª Temporada)

Um dos grandes segredos do sucesso de Mandalorian é que o seriado, na realidade, foi na esteira de um background muito sutil que já era construído no universo de Guerra nas Estrelas desde os anos 80. Mando é exatamente, em características, personalidade, trejeitos e aparência, o que esperávamos de Boba Fett, um personagem tão intrigante e misterioso dos filmes originais. Mando é Boba Fett.

Continuar lendo “Uma série que não precisava existir: O Livro de Boba Fett (1ª Temporada)”

O Choque de Civilizações

O Choque de Civilizações e a Recomposição da Ordem Mundial – Samuel Huntington

Tradução: M. H. C. Cortês – Editora Objetiva

Ano de Lançamento: 1996 – Minha Edição: 1996 – 455 páginas


Com o final da Guerra Fria, a interpretação inicial aos americanos foi a de Fim da História: a CNN chegou a decretar o início da Paz Mundial graças a capacidade de comunicação sem limites proporcionadas pelas emissoras do país. As pequenas escaramuças na península balcânica, no Cáucaso ou na Ásia central eram resquícios de um passado, uma adaptação daquelas sociedades à Democracia de Livre Mercado.

Claro que no resto do planeta, ninguém acreditava nisso, mas nos EUA (e em suas mídias) essa ideia apenas passou a ser questionada no debate público a partir do 11 de setembro. Para responder aquilo que foi percebido de imediato como um raio em céu azul, este livro, lançado alguns anos antes, se tornou a leitura de cabeceira todos os jornalistas, políticos e burocratas americanos. E, consequentemente, um dos textos mais influentes da história da humanidade, orientando parte da política externa do maior país do mundo.

Continuar lendo “O Choque de Civilizações”

Westworld e o retrato dos revolucionários no entretenimento de massa

Atenção: este texto contem spoilers decisivos de Game of Thrones e Westword (até o final da 3ª temporada)

Provavelmente um dos momentos recentes que se tornaram mais marcantes do universo dos seriados americanos foi , ao final da oitava temporada de Game of Thrones, a personagem de Daenerys, após se sentir cada vez mais isolada de aliados e amigos, decide queimar a capital dos Sete Reinos e matar todos os seus habitantes.

Continuar lendo “Westworld e o retrato dos revolucionários no entretenimento de massa”

The Expanse: 6ª Temporada


The Expanse – 6ª Temporada

Uma série com uma história tão conturbada quanto seu próprio enredo, The Expanse chega ao final nesta sexta temporada. Cobrindo os eventos do sexto livro da série (Babilônia em Cinzas), foi uma edição muito curta, com apenas 6 episódios que foram bem feitos o suficiente – ainda que gostaríamos de mais – para encerrar o seriado de forma satisfatória.

Pelo menos por enquanto, já que ainda sobrou história pra contar e o seriado já voltou da morte antes.

Continuar lendo “The Expanse: 6ª Temporada”

O Império Derrotado

O Império Derrotado: Revolução e Democracia em Portugal – Kenneth Maxwell

Tradução: Laura Teixeira Motta – Companhia das Letras

Ano de Lançamento: 1995 – Minha Edição: 2006 – 331 páginas


Durante a invasão e ocupações simultâneas do Iraque e do Afeganistão, cerca de 1 milhão e meio de militares estavam na ativa dos Estados Unidos, em 2005. As vésperas do fim da Guerra Fria, em 1989, eram aproximadamente 2,2 milhões de pessoas nas Forças Armadas dos EUA. Em 1974, 1 milhão de portugueses (dos 9 milhões de habitantes) haviam servido nas guerras coloniais, contra os movimentos de Independência em Angola, Moçambique, Guiné e Cabo Verde – 1 em cada 4 homens adultos estava alistado.

Continuar lendo “O Império Derrotado”

O Código do Caçador de Recompensas

Star Wars – O Código do Caçador de Recompensas: dos arquivos de Boba Fett

Tradução: Angelo Lessa – Bretrand Brasil – 1ª Edição

Ano de Lançamento: 2013 – Minha Ediçao: 2014 – 160 páginas


Enquanto a Millenium Falcon estava fugindo da frota de destroieres comandada por Darth Vader, o Império se viu obrigado a apelar para caçadores de recompensas em O Império Contra-Ataca (1980). Ao final, foi justamente um deles, Boba Fett, que encontrou nossos heróis e os entregou de bandeja para o lord sith. Desde então, a figura desse tipo de personagem se consolidou entre uma das mais interessantes não só em Guerra nas Estrelas; mas na ficção científica no geral.

Neste, um dos livros “in universe“, isto é, escrito como se fosse para ser lido pelos personagens dentro daquele universo ficcional, a Lucasfilm (ainda independente) decidiu ampliar o lore dessa profissão e tentar colocar os fãs a se imaginarem como um dos caçadores de recompensas de Star Wars.

Continuar lendo “O Código do Caçador de Recompensas”

The Mandalorian – 2ª Temporada

The Mandalorian


A segunda temporada do seriado veio com tudo! Tivemos desde herói da trilogia original, a até as primeiras versões live action de personagens que só haviam aparecido em animações. O destaque, sem dúvida foram esses “convidados”, muito antecipados, mas ainda assim nos foi entregue mais oito episódios muito bons e uma grande e comovente história.

Por outro lado, The Mandalorian se encerrou com um desfecho importante para o principal componente, a relação entre os dois protagonistas; e, ao mesmo tempo, a Disney passou mais a se dedicar aos spinoffs deste seriado. Essa bela segunda temporada poderia ter sido o começo do fim?

Continuar lendo “The Mandalorian – 2ª Temporada”