DIS 03×10: Terra Firme (Pt. 2)

Jornada nas Estrelas: Discovery – Terceira Temporada

Continuando a aventura no universo espelho, acompanhamos Giorgiou tentando reverter parte dos eventos que levaram a morte de Michael em seu mundo natal, em um episódio bem emotivo.

Mais alguns meses se passaram da estadia da imperatriz por lá, e ela tenta mudar um pouco de seu passado, usando de sua ponderação e “maturidade” adquiridas no universo principal. É uma perspectiva interessante vê-la como a pessoa comedida nesse mundo de gente insana, mas, especialmente ver a aplicação de dessas atitudes racionais naquele lugar.

Para os fãs mais veteranos; é como se pudéssemos ver uma fração das reformas que Spock implantou após os acontecimentos do episódio da Série Original – e é trágico saber quais são os efeitos que isso acarretará, conforme descobrimos anos depois em DS9.

Com algumas boas cenas de tensão, assistimos então às atuações de Giorgiou por lá e é curioso como uma pessoa minimamente racional dá um fôlego enorme ao universo espelho! As tiradas dela já estavam extremamente repetitivas; ao voltarmos para o Espelho, e eu já estava saciado dessa turminha da pesada, mas agora, com a presença dela mais ponderada tudo se torna mais interessante. Fiquei genuinamente intrigado do que seria aquela rebelião e seus integrantes, ou quais foram as ações de Giorgiou para sabotar a coalizão inimiga.

A aventura no mundo paralelo chega ao fim pouco depois da metade do episódio e o propósito daquilo tudo é revelado, e é sim muito razoável e interessante. Foi uma grande utilização do personagem do Guardião da Eternidade. Muito inteligente colocá-lo como uma peça central das Guerras Temporais – aliás, estou muito feliz como essa trama tão maltratada outrora está recebendo a atenção devida.

A despedida da personagem, perdão pelo spoiler, é bastante emotiva e é até surpreendente que ela tenha cativado tanto os outros colegas assim. Achei um pouco demais, mas suspeito que tenha mais a ver com a atriz que com a personagem (pois houve homenagens nas redes pessoais dos atores).

Mais uma vez com gotas menores que as da vacina contra a pólio, tivemos mais um tiquinho de informação sobre a Combustão: estamos há 3 capítulos patinando no mesmo ponto.

Acho que a temporada aqui atingiu um problema de ritmo: a história de Terra Firme poderia ser condensada em apenas um capítulo – o anterior foi completamente dispensável – e enquanto um outro devendo ser mais dedicado ao desvendar desse sinal de socorro e trabalhando melhor essa trama, especialmente elucidando melhor o porquê da reação de Saru às descobertas.

Muito Bom (4/5)

A presença da giorgiou racional deu um fôlego ao universo espelho, cujas elementos se tornaram muito repetitivos. a despedida foi muito emotiva e se tornou marcante, assim como a excelente utilização do guardião da eternidade. porém, a trama deveria ser condensada em um único episódio.

Guardião da Eternidade: personagem central de um dos episódios mais famosos de Jornada nas Estrelas, curiosamente após a Série Animada, praticamente contemporânea à Original, essa foi sua única aparição posterior. Um dos rascunhos iniciais para o capítulo Elo Perdido (Yesterday’s Enterprise TNG 03×15) propôs uma visita ao portal, numa trama que faria com Surak não desenvolvesse sua filosofia e assim Vulcano nunca existiria, apenas Romulanos.

A cidade a beira da eternidade: o episódio original do guardião é tido com uma das obras mais clássicas de toda ficção científica. Entretanto, ele é resultado de uma briga terrível nos bastidores do seriado por diferenças criativas. O autor original do argumento desejava tons mais sombrios aos personagens, o que era sumariamente recusado por Roddenberry. Conheça a história completa desse desentendimento neste episódio do Entre Planos:


Jornada nas Estrelas: Discovery – Terceira Temporada

Últimos posts:

O Tempo em Marte

Na futura colonização de Marte, um importante líder sindical se alia a um mecânico na busca por desvendar a forma de usar um poder extraordinário que crianças autistas podem possuir.

1930: O Silêncio dos Vencidos

Um dos livros mais importantes sobre a história nacional, ele resgata o ano de 1928, quando os debates sobre Revolução eram intensos no país, mas foram completamente obscurecidos pelo triunfo da Revolução de 1930.

Publicado por Lucas Palma

Paulistano, desde que me lembro por gente fascinado pelas possibilidades do futuro, em games, filmes e seriados, herança paterna e materna. Para surpresa geral, ao final da juventude descobri fascínio também justamente pelo oposto, me graduando e mestrando em História, pela Universidade Federal de São Paulo. Sou autor de Palavras de Revolução e Guerra: Discursos da Imprensa Paulista em 1932.

2 comentários em “DIS 03×10: Terra Firme (Pt. 2)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: