DIS: 03×08 – Santuário

Jornada nas Estrelas: Discovery – Terceira Temporada – Episódio 8


Conhecendo mais de Book, vamos agora até seu planeta natal onde finalmente a tripulação da Discovery enfrentará cara-a-cara a Corrente Esmeralda pela primeira vez.

E o enfrentamento não deixa a desejar; temos a grande batalha espacial até agora da temporada. Foi uma seqüência muito boa se desenrolando na órbita de Kwejian, desde as “negociações” até o combate em si, com muita energia e cenas de tirar o fôlego em ação-espacial, pouco vistas em Jornada nas Estrelas. Gostei muito do desenho da nave inimiga, assim como das armas emadeiradas daquela civilização, embora o desenho de arte geral do planeta me pareceu bem genérico. Parecia uma casa de artista da Globo.

O que foi confuso é o arco de Detmer nessa batalha. Ela continua catatônica as vezes, outras ressabiada, agora houve uma ameaça de punição a ela, premeditada, claro, que achei que seria um norte em sua trama a; como ela parecia desgostosa com seu trabalho e com a Discovery, aceitaria a tarefa para ser justamente afastada. Mas, por enquanto, não era por aí e o arco continua meio sem direção, e ela terminou o episódio bem animada.

E foi o fraco do capítulo: todas as tramas paralelas caminharam um pouco para o lado. A relação de Adira Tal com seu namorado, Gray, também seu antepassado como simbionte, ter deteriorado fez pouco sentido até o momento (em um arco já bem dispensável).

Crossover de Jornada nas Estrelas com O Mágico de Oz

Da mesma forma, somos apresentados a várias cenas de exames com Georgiou, todas bem repetitivas, dela sendo irônica e hostil com os médicos, que quando parecem que vão revelar alguma coisa, dizem que não é bem assim. A personagem está se tornando bastante desgastada, não sei se foi a melhor decisão ter a levado junto com a tripulação para o futuro.

O universo espelho é interessante desde que seja em conta-gotas. Do contrário, começa a ficar repetitivo e irritante os comportamentos dos personagens, e que beira o nonsense se você pensar um pouquinho sobre tudo. Por exemplo, se é costume os filhos matarem os pais, pelo que a Imperatriz diz; logo, então por que ter contato com os filhos? E não apenas os deixarem em creches ou orfanatos, coisas do tipo? Como funciona uma sociedade assim? Ela fez uma bela piada com o destino dos médicos em seu universo, logo na primeira cena, tivesse parado lá, seria a medida certa para não ficarmos pensando demais.

Mas, o capítulo, no geral, faz sim avançar com o arco principal da temporada – voltando a passar a mensagem ecológica de uma forma mais aberta. Por um lado parece que estamos caminhando para descobrir a causa da Combustão – embora pareça ser muito estranho que ninguém tenha pensado antes, por cem anos, nas coisas que eles pensaram, inclusive sobre como solucionar o problema dest capítulo – e achei a conexão com a música bem intrigante. Assim como claramente agora temos um confronto com a Corrente Esmeralda, já era hora.

Por outro, o personagem de Book tem avanços significativos com Michael e oferece uma sensação de caminhar na relação entre os dois, e com o resto da tripulação. Estava temerário se eles ficassem numa dinâmica anos 80 de casal, entre tapas e beijos e vai-e-vem. Mas aparentemente, ele não só está aceitando, como também se animando, com a escolha dela em ficar com a Discovery.

Bom (3/5)

Por um lado fez a trama principal da temporada caminhar adiante, por outro, nas tramas paralelas andou de lado e ficou repetitiva. O destaque é para a energia do capítulo, com a melhor batalha espacial da temporada até agora.

Escravidão Orion: um dos argumentos que Saru tenta utilizar para convencer Osyraa a recuar é lembrar que os Orion também foram escravizados em tempos passados. Essa espécie é uma da primeiras a aparecer em todo o Canon de ST, no piloto, A Jaula – e posteriormente em A Coleção – a companheira de cela do Capitão Pike, Vina, faz uma aparição como uma Orion Slave Girl, uma espécie de escrava sexual.

Dentro mesmo da Série Original, ficou estabelecido que os Orion estavam mais no campo dos vilões, como contrabandistas e piratas. Pecha que durou por todos os seriados a seguir, sempre sendo referenciados desta forma, embora nunca mais fizessem “aparições de carne e osso”. Apenas em Enterprise, eles voltaram a dar as caras e ficou estabelecido que eles também eram comerciantes de escravos, inclusive escravizando sua própria espécie.

Quase tudo que ficou estabelecido em Enterprise sobre a sociedade Orion ainda não deu as caras agora que espécie tem personagens em evidência nas séries atuais; em Discovery e em Lower Decks.


Jornada nas Estrelas: Discovery – Terceira Temporada

Últimos Posts

O Brasil no espectro de uma guerra híbrida

O autor desnuda os movimentos subterrâneos – teóricos e concretos – feitos pelo exército, desde a redemocratização mas, em especial desde o governo lula, para reconquistar o poder nacional. Dentre esses movimentos, a deflagração de uma guerra híbrida.

Falling Skies e a noção americana de História

Na luta entre humanos e alienígenas que invadiram a Terra, o herói é um professor de história. Uma honra? Mais ou menos. Além dos problemas de Falling Skies, a História, como disciplina, nos EUA é vista de forma bem diferente.

The Orville – 2ª Temporada

Mais coesa e organizada, a série teve um salto com relação a qualidade de seu humor, sempre cirúrgico. Mas isso, por outro lado, resultou numa temporada praticamente de um tema só: relacionamentos; virando quase uma Comédia Romântica no Espaço.

Publicado por Lucas Palma

Paulistano, desde que me lembro por gente fascinado pelas possibilidades do futuro, em games, filmes e seriados, herança paterna e materna. Para surpresa geral, ao final da juventude descobri fascínio também justamente pelo oposto, me graduando e mestrando em História, pela Universidade Federal de São Paulo. Sou autor de Palavras de Revolução e Guerra: Discursos da Imprensa Paulista em 1932.

3 comentários em “DIS: 03×08 – Santuário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: